terça-feira, outubro 25, 2005

Dúvida existencial # 10

As pontes. Não entendo, não vale a pena. "Ah, pega com o feriado e tal". Se formos bem a ver, também o sábado pega com o sábado seguinte. É só fazer ponte.

Não sou nenhuma "trabalhólica"; aliás, basta ver o meu humor à 2.ª feira, mas, c'o a breca!, se é dia de trabalho, é dia de trabalho (se isso constitui realmente um dia útil não é para aqui chamado agora)! Uma excepçãozinha, uma pontezinha anual, assim como bónus, devidamente compensada, ainda é um conceito que assimilo. Agora, com a quantidade imensa de dias festivos de que goza o nosso Portugal, a maior parte do ano é passado a ver quando calham os feriados. Chega às vezes a raiar a paranóia!

Só gostava de saber quem é que instituiu isto.

7 comentários:

bonifaceo disse...

Os funcionários públicos são quem mais as faz, penso eu. As impresas da minha zona, algumas multinacionais não se usa pontes, e quando acontecem vão ter que trabalhar a um Sábado por exemplo para pagar a ponte, ou trabalham no feriado para no dia seguinte ou antes ficarem em casa com um fim-de-semana maior.

Anónimo disse...

Amiga... Por algum motivo a Grécia já vai à nossa frente. Isto aqui só se pensa em não fazer nada...
Estou contigo nesta questão

Ass: Gattaca

Oumun disse...

Quando é mesmo a próxima ?? eeheheh

duendes e batatas disse...

Pois para mim, não há ponte como a Vasco da Gama.
Para quem goste, também temos a Dulce Pontes.

Mamã Babada disse...

Oi!
Desculpa discordar. O português gosta é da gazeta. Nunca estamos bem com aquilo que temos!

Jinhos

Osga Esparramada disse...

Concordo, mãe babada!
(Desculpa, mas acho um bocado horrível uma pessoa babar-se... já tens muita idade???)
O PortuguÊs gosta mesmo é de queixar-se e refilar: nunca está saciado!!!

Osga Esparramada disse...

Tb existem as pontes dentárias...