terça-feira, dezembro 06, 2005

Realmente...

Depois de ouvir o Louçã, entusiasmado e sentido, a dizer que o mais importante é o contacto com o cidadão, o estar lá em pessoa, o ouvir e dar atenção, o olhar nos olhos quando se entrega o panfleto, percebi porque é que sempre achei que ele tanto podia ser líder de um partido de esquerda minoritário como seminarista.

Eu aqui a achar que, para pôr o país em ordem, era preciso tanto trabalho e, afinal, é só ir ali tomar uma jola com o povo.

4 comentários:

maria disse...

Eu acho que o Louça é como o Indepdente...já passaram de tempo, mas nem deram por isso:)

ISA disse...

podes crer maria, é isso mm.

bonifaceo disse...

Sinceramente, às vezes não sei não. Porque também não se vê os outros fazer grande coisa, aliás, fazem todos é uma boa...

Oumun disse...

Realmente é tão dificil escolher entre tantos ilustres!!!