terça-feira, maio 23, 2006

"Temos de combinar qualquer coisa"

Porque é que de repente ficou tão difícil conciliar agendas? Tudo bem, talvez não tenha sido assim tão de repente. Talvez já esteja assim há algum tempo, mas ultimamente tenho reparado mais nisso.

Tenho tropeçado em imensos "Para a semana ligo-te, para combinarmos.", ditos de parte a parte, até com intenção sincera (não numa de "sim, sim, depois falamos"), mas parece que é quase o 13.º trabalho de Hércules consegui-lo.

É o busílis de viver em Lisboa. É verdade que estamos no marisco da questão, com toda a variedade de ofertas e todo o tipo de gente e possibilidades. Sem ser preciso dar cavaco a ninguém e sem narigudos excessivos cujo único entretenimento parece ser andar a dissecar a nossa "fascinante" vida. Podemos pertencer a vários grupos, no mesmo dia almoçar e jantar com pessoas tão compatíveis com água e azeite, visitar vários ambientes, ver exposições, peças, os últimos filmes e as últimas vacas.

Mas há qualquer coisa de muito reconfortante em conseguir estar com as pessoas sem ter de pegar numa agenda e proceder a malabarismos de encaixe horário. Nisto sim sinto falta do tempo em que andava a estudar (sobretudo nisto, que estudar dá um trabalhão e não me faz saudades nenhumas).

É uma sensação estranha... não é bem a mesma coisa do que perder as pessoas (afinal, de vez em quando ainda falo com elas; não desapareceram)... é quase assim como deixar um casaco a que estavamos habituados em casa de alguém - sabemos que ele lá está, mas parece que nunca mais o conseguimos voltar a ver (e ele era tão maneirinho, dava tanto jeito!)...

12 comentários:

Jarhead disse...

Completamente visado nesta tua posta... A verdade é que, se o Ismael estivesse tanto tempo para ir buscar alguém, chegava lá e esse tal alguém já estaria morto e enterrado. Olha Maria, temos de combinar qualquer coisa!

Camélia disse...

Bem, parece que sofremos todos do mesmo mal. Inclusive sentir a falta do tempo que andava a estudar! Aí sim, parecíamos a malta do "Com jeito vai", sempre prontos para tudo. Agora, (e termino com uma frase solta), tá quieto oh preto ;)

ISA disse...

ainda que mal acomparado, claro... e nós, qdo nos vêmos???? ;-D bjs

marta disse...

e não é só em Lisboa, acredita..

Mipo disse...

quando usted lo quiera, Isa!

Mipo disse...

y tu tambien, Ismael!

C. disse...

É verdade. E parece q qto mais telemóveis e e-mails e msn's, menos "tempo" temos. E q saudades tenho eu de ter férias grandes... *suspiroooooo*

Rui disse...

Conseguiste com este post mais uma série de compromissos que vão ser de dificil cabidela na agenda?

Olha, entretanto a vaca regressou a casa. Menos mal.

Mipo disse...

mas já roubaram a pala à "cow-mões" do metro da baixa-chiado...

bonifaceo disse...

Hum... pronto, sou estudante e tal, por isso é suposto ter tempo, que tenho, por isso fico à espera que alguém diga alguma coisa porque costumo alinhar. Se forem rapazes até dizem, mas as raparigas é muito raro, tem que ser sempre um gajo a dizer alguma coisa às amigas que já não vê há algum tempo se não... elas também não dizem nada. Enfim!
Beijo.

zahira disse...

ok e qd é que a malta se vê mesmo???

Mipo disse...

já tens o buzz novo, Zahira? :-)